sábado, 16 de novembro de 2013

Sem titulo 3#

(Participação na 3ª etapa do 5º Campeonato Nacional de Poesia; Desafio: Escreva um poema que comece e termine com a palavra "Quero"



Quero ser a fragrância livre que sopra o pescoço das árvores…
Essa brisa adocicada que acaricia as folhas e as faz gemer de prazer em coro,
num decoro completo de orgias perfumadas de Primavera…
Quero ser a fragrância livre que sopra o pescoço…
Que viaja em cada poro teu num ciclo de encontro e espera,
Onde a pressa é um conforto que não conforta e se interrompe…
Quero ser a fragrância livre que sopra…
A viagem que o nosso sonho permite no trágico limite de nós mesmos
quando dizemos que o amor que nos corrompe é o mesmo que nos enobrece…
Quero ser a fragrância livre…
O perfume que se confunde no teu cheiro num dia inteiro de saudade…
A palavra que se esquece no reencontro do teu corpo e nos salva da mediocridade
do lume-brando…
Quero ser…
O comando da ilusão que nos acompanha e se entranha no nosso descontrolo …
O ridículo consentido, sem sentido, que se torna a nossa razão e nos liberta do desconsolo…
 A incerteza que me abraça e me aperta enquanto espero, na certeza de que  te
Quero…


Classificação: 42 (0-60) 

Sem comentários: