quarta-feira, 19 de junho de 2013

This Thief...

Os sorrisos são ladrões da angústia, roubam-nos um bocado da miséria quotidiana, fazem-nos sentir felizes e depois...
Depois... Ouvem-se as sirenes...



Há dias assim, em que o mundo cheira diferente
e a gente acha que tudo encaixa, até nós...
Num profundo estado embriagado absorvemos a vida,
felizes, inocentes, crentes...
Agradecemos e acreditamos merecer tudo o que tem para nos oferecer!
Mas a vida é uma lésbica mal resolvida,
quer amar-nos mas não tem coragem
de sair do armário
e o contrário também não a convence... 
Então um dia faz amor connosco e acorda ao nosso lado
e no dia seguinte não telefona, cheia de vergonha...
E nós riscamos-lhe o carro,
mandamos-lhe a roupa pela janela,
mas sofremos e sabemos que há-de ser sempre aquela, a nossa e a única...
Depois choramos, recuperamos,
prometemos não acreditar nunca mais...
E num dia em que está a chover ela abriga-nos debaixo do chapéu
e entre olhares e sorrisos apaixonamos-no outra vez!

 A realidade é um Gin tónico, ébrio e amargo, onde me largo no chão...
Viver? Amar? Porque não?
Se eu nem bebo sequer!