quarta-feira, 18 de julho de 2012

"Ser mãe é pera doce mas temos que ter dentes fortes": Cronica 11 "My precious..."

   (A pedido de muitas familias cá vai a minha pequenicas "undercover" (claro porque a internet tem muitos olhudos...) equipadinha para o seu passeio diário!! O nome é Póta... Popota!!!)


  E o tempo voa, assustadoramente rápido, quero segurar cada dia nas mãos e não consigo, a minha bebé cresce, sempre cheia de pressa...
Já se passaram 9 meses, 9 meses deliciosos e intensos e já tenho grande dificuldade em recordar como era a minha vida antes da Inês... Sempre me considerei uma pessoa feliz, mas afinal a felicidade pode ser muito maior e melhor, ser mãe é uma dádiva maravilhosa e sinto-me extremamente abençoada!

Obrigada pequenicas por existires e me ensinares tanto sobre o amor! <3

Todas as fases têm sido giras, agora estamos na fase da descoberta do sentimento de posse, aprendeu o que significa partilhar e nem sempre acha boa ideia... Ora me tenta enfiar a chucha na boca, como se quisesse partilhar o seu maior tesouro comigo, como agarra com unhas e dentes algo que tem nas mãos, quando lhe peço e desata aos gritos e a gesticular furiosa se lho tiro!
Adora bebés, crianças e animais, mas ai de mim se pego noutro bebé ao colo, chora desalmadamente e até soluça...
(Do género: "Arranja outra mamã que esta já está ocupada!!!")

Na verdade, provavelmente pelas saudades que tem ao longo o dia, quando a vou buscar torna-me sua refém absoluta, não posso desaparecer do seu campo de visão, que parece logo uma pobre órfã abandonada, chora, grita, diz: "mamãaaaaa", num choro desesperado e quando me vê, de novo, só acalma no meu colo bem abraçadinha a mim, enquanto lhe dou milhares de beijinhos na testa, ou na cabecinha...

Ok...
Confesso:
Eu sofro dum delicioso síndrome de Estocolmo e amo loucamente a minha sequestradora, adoro e até me diverte, a forma como ela me tenta manipular (95% das vezes com sucesso) para obter a minha atenção permanente e exclusiva! Claro que às vezes é complicado, quando nem posso fazer xi-xi sem ela me estar a controlar, ou ter de estar a fazer xi-xi e a cantar para ela me ouvir... :o)

Ás vezes é cansativo e também desejo ter uns minutos de tranquilidade absoluta, claro, quem não tem momentos de cansaço e de puro egoísmo?

Mas, é tão bom ao mesmo tempo, ver o sorriso que ela faz sempre que me vê, ela olha-me, sempre, como se eu fosse fantástica, mesmo quando acabo de acordar com uma moca maior do que eu! Mal abre os olhos, procura-me com o olhar, sorri e diz olá e eu derreto-me imediatamente e o cansaço dissipa-se quase completamente!
Sinto-me como o anel, do "Sr. dos Anéis" nas mãozinhas do Smeagol!
(Claro que a minha pequenicas, ao contrário do Smeagol, é linda de morrer, com aqueles olhos castanhos esverdeados que me enchem a alma e aquele sorriso que enche de luz qualquer sala!)

Sou uma mãe babada, admito e sou-o literalmente, porque a Inês dá-me tantos beijinhos que ando sempre com as bochechas a pingar, porque ela ainda só os sabe dar assim, maravilhosos e babões!
E estes são, indiscutivelmente, os melhores beijinhos do mundo!


Cronica 1 "Maminha minha melhor amiguinha!"
http://librisscriptaest.blogspot.com/2011/12/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter.html

Cronica 2 "Cócós uma paleta de cores!"
http://librisscriptaest.blogspot.com/2011/12/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter_13.html

Cronica 3 "Quando até o Exorcista tem graça..."
http://www.librisscriptaest.blogspot.com/2012/01/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter.html

Cronica 4 "A Bela Adormecida ou o Hobbit!"
http://librisscriptaest.blogspot.com/2012/01/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter_18.html

Cronica 5 "São dois cafés e um autocarro por favor!"
http://librisscriptaest.blogspot.com/2012/02/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter.html

Cronica 6 "Parto à la Carte!"
http://www.librisscriptaest.blogspot.com/2012/02/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter_17.html

Cronica 7 “Festival da Canção 2012”
http://librisscriptaest.blogspot.pt/2012/03/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter.html

Cronica 8  "Os avós no pais das maravilhas!"
http://librisscriptaest.blogspot.pt/2012_04_01_archive.html


Cronica 9 "Adios, adieu, auf wiedersehen, goodbye e depois do Adeus..."
http://www.librisscriptaest.blogspot.pt/2012/05/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter.html



Cronica 10 "A lebre e a tartaruga"
http://librisscriptaest.blogspot.pt/2012/06/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter.html

1 comentário:

Rogério Paulo Peixoto disse...

Indiscutivelmente os melhores beijinhos do Mundo...


Saboreia-os devagar, muito devagar!

Beijos