quarta-feira, 23 de maio de 2012

Cavalo de guerra?



Como estou de molho, doente em casa, com a minha pequenicas resolvi ter coragem e ver o filme porque é dos tais, que eu sei ,nunca me deixam indiferente...
 Não me arrependo de ter visto e de ter chorado (como calculava que iria acontecer, daí ter adiado ver o filme até agora...) e soluçado e  desejado que o mundo fosse um lugar mais doce...
Realizado por Steven Spielberg, que eu admiro e me agita por dentro desde o E.T., "O Cavalo de guerra" fala-nos de amor, altruísmo e esperança! Conta-nos uma história que apaixona, comove e ensina, entre um cavalo e as várias pessoas que se apaixonam por ele, entre elas, nós mesmos! Joey limita-se a escutar e a sua empatia e coragem tocam-nos e transformam-nos ao longo do filme e fazem-nos torcer para que o esforço e a amizade vençam sempre, mesmo em duros tempos de guerra...

Por isso aconselho-o com um maço de lenços de papel!

P.S. A Inês acordou a meio, viu o Joey e sorriu, como sorri sempre que vê o Gaspar e a Gabriela,  (os nossos gatos) com aquele ar curioso e deliciado, com os olhinhos brilhantes da febre... :)))

Sem comentários: