terça-feira, 3 de abril de 2012

O Frango Francisco quer conhecer o mundo! (O meu terceiro conto infantil!!!)

Era uma vez um pequeno Frango catita chamado Francisco que vivia numa quinta!
Estava sempre a reclamar que não gostava de ali morar, sonhava conhecer o mundo e ser um frango viajado!

O seu pai, o Galo Edmundo ficava muito preocupado e dizia ao seu filhote:
-Francisco, meu franganote, olha que partir assim, sem saber o que encontrar é um risco muito perigoso, tens de ser cuidadoso e nunca saíres da nossa vista, quando fores maior logo partes à conquista! Nunca saias de perto de mim!

Mas o Francisco não pensava assim, nem temia risco nenhum, queria ser um frango viajante e mesmo, desobedecendo ao seu pai, tinha de levar a ideia avante, não queria esperar até ser crescido, achava que tanta espera era tempo perdido…

Num belo dia em que o Francisco estava aborrecido de passear pela quinta e o seu pai estava distraído a cacarejar em cima do galinheiro, ele decidiu correr para o portão e partir à descoberta do mundo inteiro!

Correu todo contente para o pinhal que havia em frente e ainda correu um bom bocado, mas de repente pára e olha para trás e não vê os pais nem a quinta, nem nada conhecido, o pobre franguinho ficou muito assustado, estava sozinho e perdido…

Arrependido o Francisco começa a choramingar:
-Snif, snif… Papá, mamã venham-me buscar, não sei voltar…

E o Francisco olhou, olhou, mas não via os seus pais…
E o Francisco chorou mais alto:
-SNIF…SNIF… Quero os meus pais, não fujo de pé deles nunca mais…
E olhou mas ainda não os via…

Então o Francisco soluçou ainda mais forte:
-Eu devia ter ouvido o meu papá, ele vem me avisou que partir assim era um risco… Que vai ser de mim agora? Ai que triste sorte …

E o Francisco chora, chora… Mas de repente, olha em frente e lá vinha o seu pai, também muito nervoso:
-Francisco meu filho, arranjaste um belo sarilho, que grande susto me pregaste!

-Desculpa pai, eu ter sido tão curioso e ter-te desobedecido… Tu bem me avisas-te, eu devia ter-te ouvido…
Disse o Francisco a chorar enquanto corria para o colo seguro do seu pai, que também corria para o abraçar!

-Já esta tudo bem meu franguinho, vamos ter com a mãe que também anda à tua procura, nunca mais cometas esta diabrura! Disse o pai enquanto o abraçava

-Nunca mais saio de perto de ti, nem da mãe! Hoje sei que posso esperar até ser mais crescido, tenho muito tempo de passear sozinho um dia, quando já não for franguinho! Estou muito arrependido…

O Francisco assustou-se mas aprendeu a lição e a partir desse dia quando saía da quinta, ia sempre com os seus pais, agarrados pela mão! Tinha tempo de viajar e o mundo inteiro conhecer, mas primeiro ainda tinha de crescer!


Os meus outros contos infantis:

O ratinho que queria voar...


http://librisscriptaest.blogspot.pt/2012/03/o-meu-primeiro-conto-infantil-o-ratinho.html

Tobias aprende a lição!

http://librisscriptaest.blogspot.pt/2012/03/tobias-aprende-uma-licao.html

3 comentários:

mensagem disse...

Fernanda Cardoso
Inês, maravilhosa esta tua história, adorei, tens um talento nato para a escrita, fico maravilhada a ler-te, entramos no personagem que quase imitamos o seu caraquejar..delicioso este franguinho Francisco e o seu protector pai Edmundo..
Linda lição e bastante pedagógica!
Parabéns Inês:)) ***

Inês Dunas disse...

Obrigada Fernanda querida!!! Ando a arriscar escrever para os pequenitos e confesso que me dá um prazer enorme! Resta saber se os pequenitos vão gostar...
Beijinhooosssssssss

Anónimo disse...

Madrinha adorei.
Quero mais contos.
Beijinhos para ti para a Ines e para o madrinho.
Carolina