sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

"Ser mãe é pera doce mas temos que ter dentes fortes!" Cronica 5 - "São dois cafés e um autocarro por favor!"

E assim, sem mais nem menos, numa tranquila manhã de Inverno, antes de uma viagem qualquer, eu descubro que PRECISO DE UM AUTOCARRO!!!!!!!!!!

Resolvi que (depois 7 meses de gravidez enclausurada em casa por indicação medica, dos quais 15 semanas foram passadas deitadinha, a conhecer o meu quarto e a minha sala ao detalhe, ora da perspectiva da cama, ora da perspectiva do sofá... E agora que a minha vampirinha do leite já tem quase 4 meses...)precisávamos as duas de passear e ar puro!
Escolhi o turismo rural para ser relaxante e salutar e para poder passear com a Inês só entre as 11h da manhã e as 16h30, horário em que o sol brilha mais, a fim de evitar o frio e a humidade, podendo a seguir recolher-me com ela para a sesta e jantarmos sem ter que sair novamente para a rua (o sistema imunitário da gordinha ainda é tenrinho para sair assim à noite no Inverno).
Andava toda entusiasmada com o aproximar do dia, a primeira viagem da nossa Inês, ao mesmo tempo um bocadinho apreensiva com receio que ela se constipasse ou stressasse durante o caminho por estar mais tempo no ovo do que os habituais 15/20 minutos dos nossos passeios diários...
Mas a verdadeira aventura começou antes, naquele fantástico momento em que começo a fazer as malas, sim se querem actividades radicais experimentem fazer malas quando se tem um bebé!!!
A Inês suja uma média de 3 babygrows por dia (quando corre tudo bem... já chegamos as 6 mudas...) quando está em casa, mais a roupa do passeio diário!
Nós fomos por 4, singelos, dias e eu tive de começar a fazer contas:
-3 babygrows vezes 4 dias e lá separei 12 babygrows que levam 12 bodys interiores por baixo... :O
-Depois 4 fatinhos para o passeio mais pelo menos 2 para o caso de haver algum acidente pelo caminho num dos dias, logo 6 fatinhos diferentes (como estava frio eu optei por não levar vestidinhos mas antes calcinhas forradas e polares, ora temos portanto 6 bodys extra, 6 camisolinhas de gola alta, 6 pares de collants, 6 pares de meias porque ela tem sempre os pezinhos frios, 6 pares de calças, 6 camisolas polares)... :O
-2 gorros, porque perdem imenso calor pela cabeça e temos de tapar os ouvidinhos...
-1 toalha para o banho
-A ROUPA DA CAMA...... Sim, porque eu perguntei se tinham roupa de cama para ela (o berço tinham) e o senhor responde: "Sim temos, mas se quiser que ela fique mais aconchegadinha pode trazer a sua..."
Perante esta resposta depreendi que existiria a hipótese da Inês não ficar muito aconchegadinha com a roupa do hotel... Resolvi não arriscar... E lá foi também um edredon duplo de Inverno, a protecção acolchoada para as grades da cama (que afinal era uma cama de viagem e não era preciso...)lençóis, capa de edredon, o bonequinho do ó-ó (que não pode nunca faltar), fraldinha para a cabeceira porque às vezes ela bolsa depois de mamar durante a noite (só fraldas de pano foram 8, para esta situação e outras...)
-12 Babetes
-4 bonecos para a distrair (mais o do ó-ó)
-1 saco de fraldas
-1 saco de resguardos
-2 pacotes de compressas em não tecido para as mudas, olhos, etc...
-1 pacote grande de toalhitas
-artigos de higiene diversos (esponja, gel banho, creme corpo, creme rosto, creme muda, tesoura pontas redondas, lima unhas, soro fisiologico, cotonetes, etc...)
-Medicamentos e afins (Colimil, Infacalm, supositórios paracetamol 125, Vigantol, termómetro, biberon de medicação)
-1 espreguiçadeira (acreditem deu muito jeito para comermos descansados, ela o carrinho só tolera na rua...)
-1 carrinho (que já ocupa uma boa parte do porta-bagagens...)
-1 mala de passeio
-1 manta de passeio
-8 chuchas
Depois enfiar isto tudo no carro que é um A2 e só tem 4 lugares!!!
Resultado:
Eu e o pai da Inês levámos uma malinha minúscula, daquelas de fim de semana só para uma pessoa, prestes quase a explodir porque a nossa roupa estava toda condensada e apertada lá dentro...
Tudo o resto, a bagageira, o lugar que sobrava à frente (em cima do banco e no chão) e no chão por baixo do ovo dela, era propriedade da pequenita!!!
Confesso que ate tive vergonha quando chegamos ao Hotel, porque parecia que nos íamos mudar para lá de vez, quando começamos a descarregar o carro!!!
Com a loucura toda de não me esquecer de nada da Inês acabei por me esquecer da minha bomba da asma e tive de a comprar lá...
O passeio no entanto correu muito bem, a Inês adorou, ainda nos fez duas valentes partidas uma num café que acabou comigo e o pai trancados na casa de banho das senhoras a muda-la toda enquanto ela resolveu gritar desalmadamente e eu a passar as calças e as collants delas por agua no lavatório, outra quando fomos almoçar à Figueira da Foz no regresso a casa e ela resolve fazer algo parecido e acabou a viagem de babygrow) agora só no Verão é que voltamos a metermo-nos noutra aventura destas, porque tanto relaxamento até faz mal (quando cheguei a casa, só a tonelada de roupa que tinha para lavar e passar a ferro dela, até me deixou zen por uns 5 meses)!!! ;)

Cronicas anteriores:

Cronica 1 "Maminha, minha melhor amiguinha!"
http://librisscriptaest.blogspot.com/2011/12/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter.html

Cronica 2 "Cócós uma paleta de cores!"
http://librisscriptaest.blogspot.com/2011/12/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter_13.html

Cronica 3 "Quando até o Exorcista tem graça..."
http://www.librisscriptaest.blogspot.com/2012/01/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter.html

Cronica 4 "A Bela Adormecida ou o Hobbit!"
http://librisscriptaest.blogspot.com/2012/01/ser-mae-e-pera-doce-mas-temos-que-ter_18.html

5 comentários:

Anónimo disse...

estas aventuras sao sempre fantasticas...
lol
eu quero destacar algo que nao falaste aqui...
que foi aquele momento aqui na Alcarnacheira lol onde tu dentro do carro resolves dar de amamentar à ines e ela resolve fazer um coco...ou cocos sucessivos.... loool e eu ja te tava a imaginar cheia de coco ahahahaahahah

ah cachopa da ines que é uma perola lol

ass dany

leonor nunes disse...

Inês minha querida ,ainda vai ter muitas saudades desses tempos, e de tanta preocupação e de roupa para lavar e passar a ferro Quando crescem e deixam o ninho, e ficamos sós (?), a casa cai em cima. Onde estará? Terá comido? Está tanto frio , estará doente?.Fazer perguntas nem pensar , se não quer durante uns dias não saber nada dela. Aproveite Inês. Beijos.

Inês Dunas disse...

Tem toda a razão, Leonor Nunes, crescem tão depressa... Só de pensar que em Abril já vou trabalhar até me dói o peito... :(((((
Um grande beijinho em si!!!

Kate Zinha disse...

Ah ah aha!!! Pois conheço bem essa sensação de 1 criatura minuscula ocupar mais espaço num carro que 2 adultos.

O teu blog é mt interessante e escreves lindamente! Parabens!

Inês Dunas disse...

Pois Kate, a parte positiva é q agora o pai da Inês ja nao se pode queixar de eu levar muita coisa. pq basta olhar p'ra bagagem da Inês e tudo parece poucochinho!!! LOLOLL Beijinhos!!