quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Das minhas óperas preferidas... A beleza cristalina da dor...

Sem comentários: