segunda-feira, 23 de novembro de 2009

...

Como podemos julgar conhecer as pessoas que se cruzam na nossa vida, se demoramos uma vida inteira para conseguir conhecer quem somos?
Porque perdemos tempo a desiludirmos-nos com amigos que julgávamos fantásticos e se revelam medíocres, ou até mesmo nulos, se tantas vezes somos inimigos de nós próprios?
Quem me dera morar na torre de um castelo, onde a única forma de chegar até mim, fosse através das minhas tranças, juro que passaria a usar cabelo curto!
P.S. Isto passa...

2 comentários:

Anónimo disse...

Zangada comigo????...lol

continuando assim... disse...

:) :) um dia ... lançarias o lençol por ali abaixo , para deixares alguém subir ...

bj
teresa