sexta-feira, 13 de novembro de 2009

As lágrimas são de pedra...

A estátua viu o seu corpo de pedra tombar com tristeza,no chão...
Tinha sido esculpida à mão, fruto de amor e suor de um escultor apaixonado,
dedicado a tornar o seu corpo perfeito...
Agora o trabalho do homem que amou,
era destruído por ignorantes sem piedade,
que a devassavam, sem respeito...
No peito da estátua não batia um coração,
nem havia sangue que lhe colorisse as veias,
mas o seu mestre e criador tinha-lhe dado um pouco da sua alma...
Eram parte um do outro, comungando amor e arte,
eram um só...
Mas os homens não sabiam nada desse amor,
não tinham dó do escultor que podia fazer outras estátuas melhores e mais belas q aquela...
Enquanto os membros da estátua caiam por terra,
os seios se tornavam pó e pedra solta,
o escultor chorava, não sentia revolta,
mas sabia que a sua maior obra morria ali
e ele morria com ela...

Sem comentários: