domingo, 29 de novembro de 2009

Abra cada Bra...

A alma rodopiou, até cair por falta de equilíbrio...
Sentiu-se varinha magica barata,
ante uma plateia pouco credula...
Sabia que a magia nunca passara de um truque
e que um Homem nunca saberia amar uma mulher...
Para nós o q importa é a partilha,
para eles a conquista e a novidade...
Fechou novamente os sentimentos à chave,
que lhe mordiam o peito como matilha de lobos...
Sempre soube a verdade, mas uma esperança sádica
teimou em castiga-la, dando-lhe gomos de confiança...
Não, não somos capazes de ser felizes se nos permitirmos amar...
Não, não somos felizes se formos capazes...
Não, não nos permitimos ser felizes...
Não, não somos capazes de amar...
Não, não somos...

1 comentário:

continuando assim... disse...

achas que não....?? :)

bj
teresa